Volumen 1

by Alan Da Silva

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $7 USD  or more

     

1.
04:19
2.
3.
03:29
4.
5.
6.
04:42

credits

released May 13, 2016

ALAN DA SILVA | VOLUMEN 1
-
Grabado en AudioBamboo/ Estudio Urbano/ Chufitlandia / The Square Egg entre Abril de 2015 y Marzo de 2016 en Buenos Aires, Argentina.
-
Producido por Alan Elvira Da Silva & Juan Carlos Rondón.
Editado & Mezclado en Audiobamboo, Buenos Aires.
Masterizado en Chufitlandia, Buenos Aires.
-
Ingeniero de Grabación & Mezcla - Juan Carlos Rondón.
Ingeniero de Mastering - Alejandro Spinelli.
-
Fotografía: Romina Elvira.
Diseño Gráfico: Ignacio Gáspari.
-
-
Agradezco a mi familia entera, a mis amigos hermanos y a mis hermanos amigos ( Tulio, Inara, Juani & Romi); a mi Madre que es luz, a mi Padre que ya no está pero sé lo orgulloso que estaría & a los Waramines: Joaco & Freeman por ser los mejores co-equipers del planeta Tierra.
A todos los que extendieron su mano, me enseñaron y empujaron ahora y desde siempre; a los músicos que inyectaron su arte en cada canción; a mis maestros & referentes del arte y la vida; a mi abuela Margarita y a toda la galera de Brasil por ser inspiración y fuente de emoción. A los que siempre apoyan mis sueños; a Facundo Passeri, amigo hermano, por introducirme en esta aventura, al IMMC y su gente; a Guada Romero, Ana Turner & los Milano/Farenga, Pablo Pili, Ale Cardo, Fede Polleri, Mari Laflaca; a la Familia Gáspari, a Pedro Sabando & Lauri por su apoyo sin condición.
A Lee, a Juanma Benitez, Martin Vicente, a Alejandro Spinelli , al Titan Fingers, a los 4 Little Birds (Julia, Cesar, Matias & Nadia) & Juan Carlos Rondón, por brindarse y creer en esto; a Juanja Bustos, Andy Sambamba & Juan Lasta; a Leo Juanes, a Juancito del Mundi, Santi Cicarelli, a Charly Torres, Alejo do Cavaco; a los profes A. Derman & Pao Bustos; a Alex Sarnette, Agus Vallvertucks, al Tito Empanada, a Nanu Spannaus, a los Martes Ruedores, Celia Coido, a Estudio Urbano & a todos los que de alguna manera me ayudaron.- Profundamente agradecido.
-
Alan Da Silva | VOLUMEN 1
Sello Independiente. Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Argentina ©2016

Todos los derechos reservados®
Prohibida la reproducción, regrabación, alquiler, préstamo, canje, ejecución pública, y difusión por cualquier medio y procedimiento sin previa autorización o cualquier otro uso no autorizado.

SADAIC - BIEM / AADI - CAPIF / INAMU. Industria Argentina. Disco es Cultura.
MAYO 2016

tags

license

all rights reserved

about

Alan Da Silva Buenos Aires, Argentina

Musician, singer, multi-instrumentalist & composer.
With a world music style and most of his compositions in Portuguese, his original songs
have an air of soul, reggae and Afro-Latin folk.

contact / help

Contact Alan Da Silva

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Sacola
SACOLA
(Alan Elvira Da Silva)

Eu sou o cara que quer mudar seu mundo,
Um cara profundo,
E acho que você esta pisando na bola,
Ta mijando fora…

Vejo que cai, cai, cai,
Cai como sacola de batata,
Cai, cai, cai,
Cai como sacola de batatas…
É que não da para perceber o que ha de bom,
Numa vida pura…
Ama seus filhos e abraça sua mãe,
Ajuda a sua velha avó,
Que o corpo também ta precisando de amor,
E a tristeza um sorriso ao dia...
Coloca seus pés no chão e sua cabeça lá no céu,
E seus braços na terra,
Que eu vou te contar, eu vou te contar...
A vida é só uma.


Vejo que cai, cai, cai,
Cai como sacola de batata,
Cai, cai, cai,
Cai como sacola de batatas…
É que não da para perceber o que ha de bom,
No sabor de uma vida pura…


Cai, cai, cai,
Vejo que cai com sua grana,
Cai, cai, cai, cai,
Cai como sacola de batatas...
É que não da pra perceber o que ha de bom,
Numa vida pura!

Coisa mais bela na vida e o amor,
Que temos pra dar...

O mais puro dessa vida somos nós,
Dentro de nós...
Track Name: Canção de Ogum
Canção de Ogum
(Alan Elvira Da Silva


Dentro do meu peito eu levo um rio aonde desaguam todas as magoas,
Dentro do meu peito eu levo um rio aonde cada dor vira canção de ogum,

Com perfume de Angola nos meus dedos
E o olhar de quem sofreu o desapego,
Nessas pernas levo minha dança,
Ritmo da terra que balança,

Será que é o ano de Ogum?
Será que é a forca da raiz que me conduz, e me traz essa luz que harmoniza?
Será que é o ano de Ogum?
Será que é a forca da raiz que me conduz, e me traz essa luz que harmoniza?

Dentro de mi pecho llevo un rio, donde desaguan todas las malas,
Dentro de mi pecho llevo un rio, donde cada dolor se vuelve canción de Ogum,

E levo também memorias de um maracatu,
Goiaba guaraná e ate Spinetta,
Porque minha cor vem de longe,
De Evaristo Caetano e as Donas Margaritas,

Passos, contrapassos, contratempos,
Pulsos harmonias e silêncios,
Nessas pernas levo minha dança,
Ritmo da terra que balança,

Será que é o ano de Ogum?
Será que é a forca da raiz que me conduz, e me traz essa luz que harmoniza?
Será que é o ano de Ogum?
Será que é a forca da raiz que me conduz, e me traz essa luz que harmoniza?
Track Name: Amor em Sol
AMOR EM SOL
(Alan Elvira Da Silva)

Hoje acordei dormindo sozinho na rua,
Nada ver, pois não sou de vadiar,
Tudo bem, eu estava na procura,
De outro alguém pra poder me sustentar,

E dormi,
Perdi o medo e a fome,
Esqueci da dor,
Sonhei,
Um mundo feito de cores,
E me apaixonei,
Do Sol,
Maior, menor,
Bemol, sustenido,
O amor pode chegar em qualquer versão de Sol

Solta,
Deixa passar, tudo o que faz bem merece um tempo,
Hoje em dia tudo muda tudo cresce,
E eu não vou ficar a pé, queto,
Vou andar, se cai é pra levantar,
Tomei conta do meu próprio peso,

E dormi,
Perdi o medo e a fome,
Esqueci da dor,
Sonhei,
Um mundo feito de cores,
E me apaixonei,
Do Sol,
Maior, menor,
Bemol, sustenido,
O amor pode chegar em qualquer versão de Sol
Track Name: Respeito é bom
RESPEITO É BOM
(Alan Elvira Da Silva)


Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom !

Quando a mãe dizia “peraí peraí”, eu já corria qual avião,
Quando a mãe dizia “peraí peraí”, eu já corria qual avião,
As lembranças de criança são legais, ainda bem que eu aprendi,
As lembranças de criança são legais, ainda bem que eu entendi,

Quando a mãe dizia “estou criando cobra na cabaça”,
eu já sabia qual era o final,
Quando a mãe dizia “estou criando cobra na cabaça, eu já sabia qual era o final”,
Lá na minha casa quase todo era feliz, rolava samba todo o dia e a família era a raiz,

O respeito e a união não podem faltar, o respeito gera amor em nossos dias,
Sem respeito é união não dá, o respeito é o pão de nossos dias

Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom !


Oh Tulio, Inara “perai, pera aí, pera aí”,
Oh Tulio “sossega”, “pera aí, pera aí, pera aí”,
Oh Tulio, Inara “pera aí, pera aí, pera aí”,
Oh Tulio “sossega”, escuta a mamãe que sabe o que faz bem.

Essa vida é feita de armadilhas, e meninos vocês tem que segurar mamãe!
Respeito é bom e conserva a gente, com respeito nos chegamos ate o Japão,

Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom e conserva os dentes
Respeito é bom !
Track Name: Maria Esperança
MARIA ESPERANÇA

Com uma mão mexendo o feijão,
Na outra mão um menino chorão,
E na despensa só ovo e macarrão,
Ela estava o dia todo lá naquela casa de lata,
Só curtia um disco de forrò,


Maria, casa de lata,

Maria, fonte de emoção

Todo o mundo passava na casa de Maria Esperança,
Pra bater aquele papo bom,
A doçura da senhora pura e muito elegante,
Muitos anos de amor sem condição,


Maria, casa de lata,

Maria, fonte de emoção


Com uma mão mexendo o feijão,
Na outra mão um menino chorão,
E na despensa só ovo e macarrão